Benefícios do uso de algas spirulina em peixes

A Spirulina é uma das fontes mais concentradas de proteína disponível para uso na alimentação de animais aquáticos. Mais precisamente identificada como uma cianobactéria azul-esverdeada, contém compostos nutricionais, medicinais e corantes que ajudam na saúde do animal, como por exemplo, a presença das vitaminas A1, B1, B2, B6, B12, C e E.

Cultivada em águas alcalinas, é também uma excelente fonte de minerais, contendo quantidades significativas de cálcio, niacina, potássio, magnésio, vitaminas do complexo B e ferro.

Peixes de estimação sempre foram valorizados por suas cores vivas, e infelizmente essas cores dos peixes mantidos em cativeiro podem desaparecer rapidamente com o tempo, especialmente quando se alimentam de rações formuladas sem compostos que melhoram a cor, conhecidos como carotenoides.

Felizmente a spirulina é rica em carotenoides, contendo 10 vezes mais o β-caroteno que tem nas cenouras (Algae Industry Magazine, março de 2011).

Peixes quando alimentados com 3% de spirulina na dieta resultaram em melhor crescimento e coloração. E a Spirulina Fish da Nutricon, contém 10% de spirulina em sua composição e é um alimento completo e extrusado indicado para todas as espécies de peixes de estimação herbívoros e onívoros em fase de crescimento ou manutenção.

Benefícios do uso de algas Spirulina

Foi demonstrado que a alga Spirulina …

  • Aumenta e promove taxas de crescimento mais uniformes quando alimentadas na taxa de inclusão recomendada de .5-2.0%. 
  • Estimula a produção de enzimas que transportam gorduras dentro do corpo do peixe. 
    O peixe utiliza essa gordura em vez de apenas armazená-la.
  • Melhora a cor. 
    Os pigmentos carotenoides que estão concentrados nas algas Spirulina melhoram e intensificam a coloração nos peixes.
  • Aumenta as taxas de sobrevivência. 
    Estudos no Japão sobre o yellowtail marinho mostraram que alevinos alimentados com uma ração de 0,5% de spirulina resultaram em um ganho significativo na sobrevivência em relação ao grupo não alimentado com Spirulina. Resultados semelhantes foram obtidos com criadores de peixes Discos.
  • Diminui o uso de medicação. 
    Os piscicultores descobriram que a inclusão da Spirulina na dieta reduz a quantidade de medicação normalmente necessária para tratar peixes doentes. Ela também reduziu a toxicidade dos medicamentos e pode ter propriedades antivirais.

 

Texto: brineshrimpdirect

Post anterior
5 Doenças mais comuns em tartarugas e jabutis
Próximo post
Qual a diferença entre aquecedor, termostato e termostato com aquecedor?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Menu